terça-feira, 11 de abril de 2017


GREVE GERAL

Mobilização total para barrar as reformas trabalhista e previdenciária



A CTB Bahia orienta todos os sindicatos a mobilizar suas bases para participar da greve geral no dia 28 de abril, com paralisação das atividades por 24 horas. Todos devem realizar assembleias e outras atividades em suas categorias para falar com os trabalhadores sobre a importância de parar o Brasil contra a terceirização e as reformas trabalhista e previdenciária.

Sintracom/Ba

As entidades devem ajudar ainda da construção e divulgação das atividades em sua região, com distribuição de material informativo nos locais de maior movimento, uso de carros de som, entrevista nos meios de comunicação e outras atividades durante todo o mês de abril.

Como parte desta mobilização, as centrais sindicais e as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, definiram o dia 20 de abril, como Dia Estadual de Luta contra a retirada de direitos. Neste dia devem ser organizadas caminhadas, plenárias e outras atividades em locais públicos para convocar a população para participar da greve do dia 28.

Os dias 26 e 27 terão ações de panfletagem e agitação em todo o estado.

“Reforçamos que os sindicatos classistas devem jogar todo o peso na construção da greve geral no dia 28 de abril, conversando com as entidades do movimento social e ajudando no convencimento de outras categorias sobre a participação na greve. O momento é de muita importância. O sucesso da greve geral será fundamental para impedir a retirada de nossos direitos”, Aurino Pedreira, presidente da CTB Bahia.

Abril de lutas em toda a Bahia:

1º a 26 – realização de assembleias e plenárias com os trabalhadores da base

20 – Dia Estadual de Luta contra a retirada de direitos

26 e 27 – Dia Estadual de agitação e panfletagem

28 de abril – Greve geral com paralisação de 24 horas.

Calendário de atividades em Salvador – Abril de lutas

7  – Dia a internacional da saúde, 14h, concentração no campo grande

10 - Debate na AL  com presença dos membros da comissão da reforma trabalhista (Daniel, Robinson e Waldenor), 9h.

12 – Plenária da Frente com a militância de Cajazeira

13 – Reunião com as representações dos maiores sindicatos, 9h, na APLB

17– Debate “- Luta contra o golpe e as reformas de Temer”, 18h,  em Arquitetura, organizado por Alice Portugal,  com Eugênio Aragão e Jandira Feghali.

19- Plenária da Frente com a militância do Uruguai

19- Plenária do Subúrbio

20 de abril –- Dia Estadual de Luta  –- Passeata com concentração às 15h no  Campo Grande

24 – Grande reunião de entidades,  9h, no Sindae

24 - Encontro da classe trabalhadora com movimentos sociais no Ginásio dos Bancários, 18h.

26 e 27 - Dia estadual de panfletagens, agitação e mobilização.

28 de abril – Greve Geral 

Fonte: CTB Bahia









Últimas Notícias


Reforma Política foi adiada para terça-feira (22)
Adiamento e impasses podem inviabilizar Reforma Política

Encontro de vereadores do PCdoB
PCdoB realiza 2º Encontro Estadual de Vereadores e Vereadoras

Comissão aprova relatório da PEC 22/11
Daniel comemora aprovação do relatório da Comissão Especial da PEC 22/11

Daniel considera distritão um retrocesso
“Distritão é um retrocesso”, afirma Daniel Almeida


Temer quer desmonte do setor energético brasileiro


Notícias relacionadas


Senado Federal
Governo atropela direitos trabalhistas para salvar Temer

Greve Geral
Frente Brasil Popular confirma Greve Geral no dia 30 de junho

Diretas Já
Ato cultural por "Diretas Já" reúniu 100 mil pessoas em Salvador

Greve Geral
Centrais preparam nova greve geral contra reformas e gestão Temer


Centrais: Violência não vai intimidar luta contra reformas



Escritório Político Salvador:
Rua Rubens Guelli, 134, Ed. Empresarial Itaigara, sala 203
Itaigara, Salvador-BA
CEP: 41815-135

Tel: (71) 3266-0063
ascom@daniel.org.br