NOTÍCIA

Combate à pandemia fica em segundo plano e Bolsonaro volta a atacar governadores

Por PCdoB na Câmara

Publicado em sexta-feira, 15 de maio de 2020



Bolsonaro mostrou mais uma vez que não se preocupa com a vida dos brasileiros. Em reunião com um grupo de empresários esta semana, o presidente brasileiro conclamou participantes a pressionarem governadores pela reabertura do comércio no país. Bolsonaro afirmou que o embate em torno da reabertura do comércio havia se tornado uma “guerra" e que o setor empresarial precisava "jogar pesado" com os chefes de governo nos estados.

O vice-líder do PCdoB, deputado Márcio Jerry (MA) afirmou que Jair Bolsonaro (sem partido) “não joga duro com a pandemia porque gasta tempo atacando governadores” brasileiros.“A confissão do presidente de mandar jogar duro com governadores é mais um flagrante de abuso dele, cada vez mais indigno da Presidência”, disse Jerry, em tom de indignação.

O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) também criticou a postura de Bolsonaro. Para ele, o presidente quer “travar uma guerra ao lado dos empresários contra os governadores, mas a única luta dos governadores neste momento é em defesa das vidas brasileiras”. “A economia pode ser recuperada, mas uma vida não”, alertou.

Nesta quinta-feira (14), o Brasil passou a marca dos 200 mil infectados pelo novo coronavírus, com o recorde de 13.944 novos registros entre ontem e hoje. O número de óbitos subiu de 13.149 para 13.993, um aumento de 844 registros nas últimas 24 horas. Os números seguem aumentando enquanto Bolsonaro defende o fim das medidas de isolamento, mesmo com o colapso da estrutura de saúde na maior parte dos estados brasileiros.