quarta-feira, 3 de janeiro de 2018


DESIGUALDADE

“Políticas de Temer aprofundam desigualdade”, diz Daniel Almeida



Estudo internacional aponta que Brasil tem a maior concentração de renda entre os países pesquisados.

Reprodução da Internet

Quase 30% da renda brasileira está concentrada nas mãos de apenas 1% da população. Esse dado integra a Pesquisa Desigualdade Mundial 2018, coordenada por centenas de estudiosos, como o francês Thomas Piketty. O banco de dados levantado permite comparar a evolução da desigualdade de renda no mundo nos últimos anos.

Vice-líder da Bancada do PCdoB na Câmara, o deputado Daniel Almeida (BA) diz que o desempenho choca, tendo em vista que o Brasil é um país com grande riqueza e potencial. “É algo inaceitável, não podemos nos acomodar a essa realidade. Temos de reagir e de nos contrapor”, afirma o parlamentar.

O deputado lembra ainda que políticas implementadas nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (2003- maio2016) ajudaram a reduzir as desigualdades sociais, mas que decisões equivocadas do presidente ilegítimo Michel Temer fizeram o cenário piorar em 2017. “O mais grave é que, nos últimos anos, a desigualdade estava diminuindo. Agora, infelizmente, ela está aumentando. Dados de 2017 elevam essa concentração de riqueza. Temos de lutar contra a agenda colocada: reformas trabalhista e da previdência, terceirização e corte de gastos sociais. Tudo vai na contramão do interesse nacional e do povo. Todas essas políticas vão aprofundando as desigualdades, que já são insuportáveis”, avalia Daniel Almeida.

Os números sobre o Brasil se restringem ao período de 2001 a 2015. Segundo a pesquisa, os milionários brasileiros ficaram à frente dos milionários do Oriente Médio, que aparecem com 26,3% da renda da região. O Brasil também se destaca no recorte dos 10% mais ricos, mas não de forma tão intensa quanto se observa na comparação do 1% mais rico. Os dados mostram o Oriente Médio com 61% da renda nas mãos de seus 10% mais ricos, seguido por Brasil e Índia, ambos com 55%, e a África Subsaariana, com 54%.

A região em que os 10% mais ricos detêm menor fatia da riqueza é a Europa, com 37%. O continente europeu é tido pelos pesquisadores como exemplo a ser seguido no combate à desigualdade, já que a evolução das disparidades na região foi a menor entre as medidas desde 1980. Eles propõem, de maneira geral, a implementação de regimes de tributação progressivos e o aumento dos impostos sobre herança, além de mais rigidez no controle de evasão fiscal.

*Com agências.









Últimas Notícias


CDEICS
Precarização e direitos trabalhistas são destaques em painel da CDEICS


Política Externa e Inserção Internacional são temas de audiência na CDEICS

Estatais
Daniel Almeida comemora decisão do STF que impede desmonte da Petrobras

Abastecimento
Daniel Almeida comemora inauguração da adutora em Campo Alegre de Lourdes


Painel promovido pela CDEICS debateu financiamento do desenvolvimento econômico


Notícias relacionadas


Ato contra desestruturação do SUS
Ato na Câmara marca luta contra desestruturação do SUS


Votação do projeto de lei 4302/98, da terceirização ilimitada, pode ser anulada pelo STF


Comunistas querem resgatar direitos dos trabalhadores


Anamatra: Terceirização empobrece nação e trabalhadores


Governistas aprovam terceirização do trabalho



Escritório Político Salvador:
Rua Rubens Guelli, 134, Ed. Empresarial Itaigara, sala 203
Itaigara, Salvador-BA
CEP: 41815-135

Tel: (71) 3266-0063
ascom@daniel.org.br