quinta-feira, 5 de abril de 2018


JULGAMENTO

Habeas Corpus: Condenação de Lula viola o Estado Democrático de Direito



Richard Silva

Após o julgamento de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) lamentou a decisão da Corte. “O direito a presunção de inocência está assegurado na Constituição e prisões só devem acontecer após todos os recursos serem julgados. Lula foi perseguido e condenado sem provas”. O petista foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de reclusão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, o caso do tríplex do Guarujá.

Segundo o parlamentar baiano, o veredito é mais uma atitude que demonstra a violação da liberdade e que cerceia o respeito pelos direitos humanos. “É mais uma etapa da consolidação do golpe iniciado em 2016, que segue destruindo os direitos dos trabalhadores e promovendo desmontes. Lula é o personagem escolhido vítima de uma desconstrução moral através da mídia e do judiciário visando a destruição de seu legado político. Defendemos o direito de Lula concorrer a eleição, pela manutenção da democracia contra a opressão e injustiça”, falou Almeida.

Atos pró-Lula pela liberdade e direito do ex-presidente Lula ser candidato foram realizados pelo Brasil. Na capital baiana, apoiadores reuniram-se em frente ao Fórum Ruy Barbosa durante o julgamento do habeas corpus.  O Partido Comunista do Brasil declarou que considera a iminente prisão de Lula, além de sua pretendida exclusão das eleições presidenciais, um fato gravíssimo. Sua detenção foi concebida e efetivada pelo Estado de exceção, que sufoca crescentemente o Estado Democrático de Direito e fará ressurgir a figura do preso político, típica de períodos ditatoriais e autoritários da República. Irá tensionar ainda mais a já instável situação política e insuflará as ações de intolerância e de naipe fascista.

Fonte: Com informações do Portal Vermelho e do PCdoB









Últimas Notícias



Daniel Almeida lidera bancada comunista em 2019


Daniel Almeida é escolhido coordenador da bancada da Bahia na Câmara dos Deputados


Governo fragiliza sindicato para aprovar "Nova" Previdência


Daniel Almeida sai em defesa dos trabalhadores da Ford de Camaçari


Daniel Almeida defende recriação do conselho de segurança alimentar


Notícias relacionadas



Daniel Almeida: Projeto de lei anticrime poderá institucionalizar “licença para matar”

Intolerância Religiosa
Daniel Almeida critica crescimento de casos de intolerância religiosa

Eleições 2018
Daniel inaugura comitê político de campanha

Luta
1°de maio: dia de lutar pelo trabalhador e pela democracia

Habeas Corpus
Caso Lula: “Esperamos que o STF cumpra a Constituição”, diz Daniel



Escritório Político Salvador:
Rua Rubens Guelli, 134, Ed. Empresarial Itaigara, sala 203
Itaigara, Salvador-BA
CEP: 41815-135

Tel: (71) 3266-0063
ascom@daniel.org.br