domingo, 15 de julho de 2018


CDEICS

Precarização e direitos trabalhistas são destaques em painel da CDEICS



Dando continuidade à série de audiências promovidas pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (CDEICS), foi realizado no dia 11 de julho, o Painel sobre “Desenvolvimento Produtivo e Mercado de Trabalho”. O supervisor do Escritório Regional do Distrito Federal do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese), Max Leno de Almeida e o secretário de Relações do Trabalho da Central das Trabalhadoras e dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Paulo Vinicius Santos da Silva discutiram sobre os temas.

Em sua fala, o sindicalista Paulo Vinicius fez duras críticas ao governo federal e responsabilizou o processo de impeachment em 2016 como a causa da atual crise no país. “Para debater o desenvolvimento produtivo e mercado de trabalho tem que se levar em consideração a crise política que o golpe de estado trouxe para a sociedade, portanto, é necessário fazer um retrospecto de como se deu a crise atual”, disse. Denunciou o fim da proteção dos trabalhadores e trabalhadoras com a aprovação da reforma trabalhista, pois retirou vários direitos que a CLT garantia na relação capital/trabalho e que também esse processo vem destruindo as empresas nacionais. Concluiu dizendo que “é preciso um pacto nacional de desenvolvimento para o país, com a participação de todos os setores da sociedade, principalmente entre quem produz e quem trabalha”.

Segundo o supervisor do Dieese, Max Leno de Almeida, “o mundo do trabalho e os trabalhadores são atingidos, de forma mais grave, os pobres e precarizados”. Almeida afirmou que a financeirização da economia, as mutações patrimoniais das empresas, a concentração da renda e da riqueza e a revolução tecnológica colocam todos os setores produtivos em processo de mudanças radicais no capitalismo contemporâneo. Acrescentou também que “a degradação ambiental que põe em risco a vida no planeta”. Ressaltou que os resultados macroeconômicos têm levado a significativas revisões para baixo das projeções de crescimento do PIB no ano corrente. Relatou a expectativa de crescimento do PIB para 2018 iniciou o ano em 2,64% e agora (em 15 de junho) está em 1,79%. Informou que a taxa de investimento se encontra nos patamares mais baixos da série histórica das contas trimestrais (16% do PIB), sendo absolutamente insuficiente para promover a volta do crescimento econômico sustentável. Alertou que o desempenho do mercado de trabalho é fundamentalmente determinado pelas condições macroeconômicas e que as mudanças propostas, além de não serem uma resposta ao desemprego, levariam a uma deterioração das condições de trabalho e de vida dos brasileiros. Disse que “o movimento sindical está desafiado a construir mobilizações e lutas que recoloquem a centralidade do trabalho para o desenvolvimento, com equilíbrio ambiental, gerando bem-estar e qualidade de vida para todos”.

O presidente da CDEICS, deputado Daniel Almeida (PCdoB/BA), considerou que os palestrantes apresentaram duas abordagens distintas, mas que se convergem, porém com foco diferente. Parabenizou o senhor Paulo Vinicius pela firmeza em apresentar o contexto político que desencadeou toda a crise no Brasil. Deputado Daniel Almeida (PCdoB/BA) disse que “a exposição do senhor Max Leno foi muito gratificante, pois trouxe dados importantes para o conhecimento de todos da Comissão sobre a realidade brasileira e aponta caminhos que poderá tirar o país da atual situação de crise econômica”. O deputado lembrou que se completa 8 meses da vigência da reforma trabalhista e o resultado é a piora das relações trabalhistas e o desmonte da estrutura sindical, deixando as entidades sem condições de defender os direitos dos trabalhadores e concordou com as sugestões apresentada pelos convidados. Ao final da audiência agradeceu a contribuição para o debate sobre o desenvolvimento produtivo e o mercado de trabalho.

Fonte: Assessoria de comunicação da CDEICS









Últimas Notícias


Direitos Humanos
Daniel cobra respeito aos direitos humanos no Brasil


Emenda parlamentar de Daniel Almeida garante ampliação do Hospital Municipal de Itiúba

Prevenção
Projeto de Daniel que estimula exames preventivos de câncer vai à sanção


PCdoB e PPL celebram união em ato político


Comissão faz novo debate sobre panorama da indústria baiana


Notícias relacionadas



Daniel Almeida se reelege para o quinto mandato na Câmara


Daniel Almeida: Defesa do trabalhador, reforma política democrática


Entidades e governo defendem o Acordo de Madrid em audiência pública da CDEICS


CDEICS encerra primeiro semestre elegendo o Segundo e o Terceiro vice-presidentes da mesa diretora da Comissão


Política Externa e Inserção Internacional são temas de audiência na CDEICS



Escritório Político Salvador:
Rua Rubens Guelli, 134, Ed. Empresarial Itaigara, sala 203
Itaigara, Salvador-BA
CEP: 41815-135

Tel: (71) 3266-0063
ascom@daniel.org.br