NOTÍCIA

"Querem sabotar os Correios para justificar sua privatização", reclama Daniel Almeida

Por Ascom Deputado Daniel Almeida

Publicado em quarta-feira, 19 de agosto de 2020


Foto: Alina Souza/Correio do Povo/Arquivo

Em apoio a greve dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios, o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB/BA), publicou vídeo que em considera que paralisação fundamental para a manutenção de direitos constitucionais desses profissionais e manifestando apoio à luta em defesa da categoria. "Em momentos em que os serviços de entrega privados crescem, eles querem tirar os Correios de jogo. Dizem que é uma empresa inviável, isso é mentira. O que precisa é de gestão e valorização", afirma o parlamentar.

A estatal há muito tem sido enfraquecida financeiramente com o objetivo de ser privatizada. Seu papel social é insubstituível, já que chega também a regiões pouco acessíveis do país. "Querem sabotar os Correios para justificar sua privatização", explica Daniel Almeida, que organizou a Frente Parlamentar em Defesa dos Correios em 2015 e 2019.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT) 70% dos trabalhadores aderiram a paralisação nacional. Almeida explica que mais de 70 conquistas da Constituição Federal estão sendo tiradas da classe. "Querem retirar acordos de convenções coletivas, conquistas de tantos anos que os trabalhadores obtiveram depois de tantas lutas".

Segundo o deputado, defender os Correios é defender o país, é não deixar a supressão de direitos dos trabalhadores e, principalmente, a acessibilidade de entrega a regiões do Brasil em que empresas privadas jamais chegarão por alegarem "perigo" ou consideradas regiões pobres. "Desejo força a todos os trabalhadores que optaram pela greve", exalta Almeida.