sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Daniel Almeida rebate ataque de Bolsonaro ao combate à escravidão



O líder do PCdoB na Câmara, deputado Daniel Almeida (BA), rebateu as críticas do presidente Jair Bolsonaro sobre a legislação vigente contra empregadores flagrados submetendo trabalhadores a condições de trabalho análogas à escravidão.

Richard Silva/PCdoB na Câmara

“A fala de Bolsonaro desmerece e invalida todas as conquistas das pessoas que lutaram contra o trabalho escravo, que lutaram por melhores condições para o trabalhador”, afirmou o líder comunista. Em sua conta no Twitter, o parlamentar disse que as atitudes do mandatário e as medidas do seu governo buscam “favorecer os empregadores”.

‏O presidente atacou o combate ao trabalho escravo durante evento na terça-feira (30), em Brasília, quando o governo anunciou alterações nas normas de segurança e saúde no trabalho. Bolsonaro considerou muito duras as punições previstas para empregadores que mantenham trabalhadores em situações análogas à escravidão.

As declarações foram repudiadas pelas centrais sindicais. Para o secretário geral da CTB (Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil), Wagner Gomes, esse posicionamento de Bolsonaro vai levar a sociedade brasileira “para o obscurantismo".

O procurador-geral do Ministério Público do Trabalho, Ronaldo Fleury, também rechaçou as críticas. Ele afirmou que o órgão e os auditores fiscais de trabalho encontram situações que “em nada se assemelham aos exemplos dados pelo presidente”.

Bolsonaro chegou a dizer que os proprietários de terra e latifundiários são punidos por oferecer “colchão abaixo de oito centímetros” e quarto com “ventilação inadequada” como critérios para definir as condições análogas às de escravidão.

 
 

Fonte: PCdoB na Câmara









Últimas Notícias



Mundo em estado de alerta


PCdoB repudia plano de Bolsonaro para privatizar mais nove estatais


Daniel Almeida rechaça nova proposta de capitalização na Previdência


Daniel Almeida: "Os prejuízos ao trabalhador são muito graves" sobre aprovação da MP da liberdade econômica


Em carta, Lula agradece parlamentares por luta contra arbitrariedades judiciais




Escritório Político Salvador:
Rua Rubens Guelli, 134, Ed. Empresarial Itaigara, sala 203
Itaigara, Salvador-BA
CEP: 41815-135

Tel: (71) 3266-0063
ascom@daniel.org.br